quarta-feira, 25 de julho de 2018

Santa Casa da Misericórdia de Mirandela comemora 500 anos

Ontem, em Mirandela, a Santa Casa da Misericórdia desta cidade, reuniu utentes e funcionários para assinalar os 500 anos de vida desta entidade.
O provedor da Santa Casa da Misericórdia de Mirandela, Adérito Gomes, fala de 500 anos bem vividos e refere que o ano seja relembrado. “São 500 anos, merecem que o ano seja relembrado com a dignidade que a situação exige”, referiu.

Com perto de 1000 utentes e cerca de 340 funcionários, Adérito Gomes admite que nos últimos quatro anos se tem vindo a tentar reduzir custos para equilibrar a gestão das contas, desde logo na redução de recursos humanos.

“Temos tentado reduzir o número de pessoal, porque a situação financeira da casa, se quisermos levar a bom porto a gestão, não permite aumentar o número de pessoal que seria necessário tendo em conta o desemprego na região. Se enveredarmos por uma questão de emprego social arriscamo-nos a deitar por terra a viabilidade da Santa Casa”, afirmou.

O provedor da Santa Casa fala ainda das valências e do património que se conseguiu erguer até aqui mas admite que depois da obra estar feita é preciso que seja paga.

A misericórdia apoia o concelho de Mirandela em todas as vertentes sociais. Tem cinco lares de idosos, dois infantários, um centro de acolhimento temporário para crianças em risco, desde o nascimento até aos 18 anos, e tem ainda cerca de 300 utentes de apoio domiciliário. 

Escrito por Brigantia
Carina Alves

Sem comentários: