segunda-feira, 3 de julho de 2017

Macedo de Cavaleiros homenageia setor apícola

Depois da caça, o município de Macedo de Cavaleiros homenageia o setor apícola ao escolher uma rotunda da cidade para decorar a rigor.
Foi descerrada este sábado a placa da peça que arte urbana que agora preenche a rotunda junto ao Parque Municipal de Exposições da cidade.

É um dos produtos endógenos da região que é preciso acarinhar, afirma Duarte Moreno, o autarca local, que relembra que desde 2009 que a sede de concelho está registada como sendo a Capital Nacional da Apicultura.

É um produto que temos de acarinhar. É um complemento de rendimento que algumas pessoas têm, porque têm outras formas de subsistência. E é um complemento que faz muito bem à nossa sociedade, assim como economicamente.

Homenageamos o setor, porque há muitos anos que a Câmara Municipal registou esta marca, de Capital Nacional da Apicultura, e temos bastantes aqui. É uma homenagem não só aos apicultores do concelho, mas de todo o país e de todo o mundo.
Uma forma de retribuir à apicultura a visibilidade que a atividade deu ao território, considera Francisco Rogão, grão-mestre a Confraria do Mel, que no mesmo dia levou a cabo a sexta Sessão Capitular.

Francisco Rogão é também empresário no setor apícola, e explica que Macedo de Cavaleiros, enquanto Capital Nacional da Apicultura, colmatou uma falha que existia na formação. E por isso, em 8 anos já 20% dos apicultores do país vieram a Macedo.

E num território amplo, com espaço ainda para novos investimentos, o município poderá estar disponível para apoiar.

O mel que representará já cerca de 3 milhões de euros no mercado da região.

Escrito por ONDA LIVRE

Sem comentários: