sábado, 11 de março de 2017

Pão foi rei em Carviçais

Na aldeia de Carviçais, concelho de Torre de Moncorvo, o pão foi o produto rei durante III Feira do Pão que se realizou no passado fim-de-semana. Foram vendidos mais de 200 pães e de 100 bôlas neste certame da localidade transmontana.
O certame, realizado nos dias 4 e 5 de Março, contou com a participação de sete "padeiras" locais. A edição deste ano afirmou este evento, tendo registado "um balanço muito positivo, pois foi sem dúvida a de maior vendas registadas e a de maior procura deste nosso produto de excelência, cada vez com maior número de visitantes", refere fonte da junta de freguesia. 

Para além dos visitantes locais, do concelho de Torre de Moncorvo e de outros limítrofes, muitos excursionistas em autocarro, também passaram pela Feira. Registe-se a presença da Secretária de Estado do Ordenamento do Território e da Conservação da Natureza, Célia Ramos, que também fez questão de visitar esta feira. 

Para além do pão e das bôlas foram também comercializados vários tipos de produtos regionais como doces, vinho, azeite, alheiras e outros enchidos, queijos, compotas, mel, entre outros, com que os visitantes se puderam "saborear" e levar consigo. 

Carviçais sempre foi muito famoso pelo seu pão, com muita gente a procurá-lo. Antigamente quase todas pessoas coziam pão em casa e existiam três fornos comunitários. Esses fornos, hoje em dia, já não funcionam mas ainda existem padarias em atividade e a cozer o pão tradicional. 

Durante o certame houve ainda atuações diversas a “animarem a festa”, Ti Cassiano e Grupo de Cavaquinhos da Escola Municipal Sabor Artes. Também um Colóquio Agrícola subordinado aos temas “Gestão da Água e Inspeção de Pulverizadores”. Decorreu ainda, paralelamente, o Fim-de-Semana Gastronómico do Borrego da Churra da Terra Quente, com a participação da Cozinha Regional de Carviçais e do Restaurante O Artur. 

A iniciativa foi promovida pelo Clube Académico de Carviçais e Junta de Freguesia de Carviçais com o apoio do Município de Torre de Moncorvo.

in:noticiasdonordeste.pt

Sem comentários: