quinta-feira, 2 de março de 2017

Município de Bragança estuda ampliação do Museu Ibérico da Máscara

Está prevista uma ampliação do museu ibérico da máscara e do traje. A notícia foi avançada pelo autarca de Bragança, Hernâni Dias, nas comemorações do 10º aniversário do museu.
As instalações onde o museu está sediado têm uma área muito pequena e existe por isso a necessidade de alargar o equipamento, por onde já passaram cerca de 108 mil pessoas nestes 10 anos. O processo de alargamento está em discussão com Leon.

“Essa é uma pretensão, embora seja evidente que não é algo que vai acontecer rapidamente, pois é necessário negociar o espaço para o alargamento desta ideia”, explicou Hernâni Dias.

Também no âmbito das comemorações, foi inaugurada uma exposição de máscaras do artesão Isidro Rodrigues. Esta é uma exposição com 35 máscaras típicas da aldeia de Aveleda, do concelho de Bragança.

“A máscara típica de Aveleda demora dois a três dias a ser elaborada. São feitas de lata, folha-de-flandres ou zinco. Têm outros adereços conjugados, pêlo de animal e cornos de animais selvagens” descreve Isidro Rodrigues.

Os Caretos são uma tradição que tem vindo a ser recuperada e cada vez mais fomentada no nordeste transmontano. O museu da máscara é uma forma de reviver esta e outras tradições tão genuínas da região e que através das suas colecções promete não deixar cair no esquecimento das pessoas, a importância das suas raízes. 

Escrito por Brigantia

Sem comentários: