terça-feira, 23 de maio de 2017

RTUB continua comemoração das suas bodas de prata

Apesar de solenizado o seu 25º aniversário a 1 de dezembro de 2016, a Real Tuna Universitária de Bragança aproveitou o XIX Festival Internacional de Tunas para celebrar tamanha efeméride.
Decorreu na capital do nordeste, o XIX Festival Internacional de Tunas Académicas de Bragança (FITAB) nos dias 19 e 20 de maio. Dedicado aos 25 anos da Real Tuna Universitária de Bragança (RTUB), o dia maior foi mesmo sábado com o espetáculo de quase três horas a ter lugar num Teatro Municipal praticamente lotado.

Uma breve, mas intensa, atuação do grupo de Patinagem Artística do Clube Académico de Bragança abriu as hostes, seguindo-se, em palco, a tuna feminina do Instituto Politécnico de Bragança (IPB), a Tôna Tuna.

“Depois da Tôna Tuna, que são afilhadas de tuna da RTUB, temos convidadas as tunas que vão estar para prémios que são a tuna espanhola de Valência, a Cuarentuna, por causa do festival ser internacional, a Tuna de Medicina do Porto, os Gatunos e, ainda, a tuna que o ano passado ganhou o prémio Eduardo Ventura, o prémio Tuna+Tuna, então ficou automaticamente convidada, que é a Versus Tuna, que vem de Faro”, anunciou o secretário de uma direção de cinco elementos da RTUB, acrescentando que “a duração de cada atuação é de 20 minutos para cada tuna, sendo que há cinco minutos de tolerância para cada uma, por isso, à meia-noite o espetáculo deverá estar terminado”.

De acordo com Ricardo Lameirão, há já um novo projeto em vista, de forma a celebrar um quarto de século da RTUB, no entanto, não existe, ainda, uma data definida para o seu lançamento. “Talvez em 2018 se possa começar a trabalhar nisso. Já é muito tempo 25 anos e a presença que temos tido não só nesta cidade como, também, no instituto, acabamos por dar nome a Bragança”, salientou o responsável, sublinhando que “muita gente conhece esta cidade por causa da música “Amigos para Sempre””. De salientar que o último trabalho da Real Tuna Universitária, “É esta a Tuna”, saiu para o mercado em 2013, tratando-se de um cd com vários originais, uma adaptação da música “Coração de Papelão” e a escolha de dois temas mais antigos, mas com uma outra roupagem. “Boémio” e “Amigos para Sempre”, sendo as músicas mais sobejamente conhecidas da Real Tuna, foram integradas por tão só representarem a imagem de marca da própria RTUB.

Questionado sobre aquilo que falta ainda alcançar a uma tuna com 25 anos de história, o estudante do segundo ano do curso de Animação e Produção Artística garante que “não falta nada”. “O que falta é manter, continuar a trabalhar com motivação, atrair estudantes e eles continuarem o excelente trabalho que tem vindo a ser feito desde 1991”, declarou o jovem de 25 anos, para quem a RTUB é o “estandarte de Bragança e do IPB quando atuamos por todo o país e, inclusive, no estrangeiro”.

Atualmente, segundo Ricardo Lameirão, a Real Tuna Universitária de Bragança conta com mais de 100 elementos. Relativamente a espetáculos, “o número maior que já tivemos, este ano, foi em Coimbra, onde tivemos 35 pessoas a atuarem”, lembrou o estudante, nascido em Vila Real. Contudo, o número médio, refere, ronda os 20 elementos em palco.

No final do festival e pelo segundo ano consecutivo, a Versus Tuna venceu o prémio tuna + tuna Eduardo Ventura, tendo ficado automaticamente convidada para a 20ª edição do FITAB, a ter lugar em 2018. 

PRÉMIOS / XIX FITAB:

 - Melhor Tuna - Tuna de Medicina do Porto

 - Tuna + Tuna Eduardo Ventura - Versus Tuna - Tuna Académica da Universidade do Algarve

 - Melhor Pandeireta - Versus Tuna - Tuna Académica da Universidade do Algarve

 - Melhor Porta-estandarte - Versus Tuna - Tuna Académica da Universidade do Algarve

 - Prémio Solista -  Gatunos - Tuna Académica do Politécnico do Porto

 - Prémio Passecalles - Versus Tuna - Tuna Académica da Universidade do Algarve

 - Prémio Fidelis - Muy Ilustre y Gloriosa Cuarentuna Universitaria de Valencia "La Vetusta"

 - Melhor Serenata -Muy Ilustre y Gloriosa Cuarentuna Universitaria de Valencia "La Vetusta"

 - Melhor Instrumental - Tuna de Medicina do Porto

Bruno Mateus Filena
in:dizriodetrasosmontes.com

Sem comentários: