sábado, 26 de setembro de 2015

As Bocas de Incêndio em Bragança e a Inclusão

Desconheço se, tecnicamente, tem que ser assim.
Numa época em que tanto se fala em INCLUSÃO, faz-me confusão verificar que as bocas de incêndio, colocadas em áreas habitacionais recentes e, pelo menos em teoria, modernamente urbanizadas, tenham que ficar, literalmente, no meio dos passeios.
Será para potenciar e incrementar gincanas de cadeiras de rodas ou a caça ao tesouro para invisuais?
Se é obrigatório que assim seja, penitencio-me, desde já, pelos meus comentários.

HM

2 comentários:

Verdegaio disse...

Bom dia!
Porque apoio o que escreveu sobre bocas de incêndio e porque tenho um caso idêntico na cidade onde moro a Póvoa de Varzim, pergunto, teve alguma informação complementar ao que escreveu, houve mudanças de local das bocas de incêndio, ou tudo continua na mesma.
Bom dia e bom trabalho.
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10154195884578469&set=oa.1057619124260589&type=3&theater
Joaquim

Hengerinaques disse...

Bom dia

Lamentavelmente, continua tudo na mesma e não obtive qualquer feedback relativamente a esta questão.

Cumprimentos.

Henrique Martins