segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Condenado a dezoito anos e meio de cadeia por matar GNR reformado

Foi condenado a 18 anos e seis meses de prisão o empregado de balcão que matou a tiro de caçadeira um militar da GNR na reserva, em Vinhais, a 26 de maio do ano passado, uma pena que, segundo o presidente do colectivo de juízes, que julgou o caso, se justifica por ser tratar de uma situação "demasiado grave", referiu na leitura do acórdão,  na passada sexta-feira, no juízo de proximidade daquela vila.
Foi ainda condenado ao pagamento de uma indemnização cível de cerca de 162 mil euros à família da vítima.

Glória Lopes
in:mdb.pt

Sem comentários: