sexta-feira, 5 de maio de 2017

“No sítio do coração”, o livro que nasceu dos serões com as amigas

Começou por ser uma distração para as amigas, nas férias, e deu na publicação de um livro.
“No sítio do coração” é o primeiro volume de Maria Morais, ex-professora e natural de Macedo de Cavaleiros, embora more há anos no Porto.

“Eu escrevia os poemas para distrair as amigas, em férias. Depois, à noite, ao serão, lia-lhos. Fazíamos uma espécie de espectáculo, onde cada uma fazia as suas habilidades. Uma das amigas, a Lucília Pires, disse que era bom publicar os poemas, que era pena deixá-los no fundo da gaveta. E foi assim que surgiu a ideia e a oportunidade de editar o livro. E agora, de o apresentar na minha terra.”
São, então, poemas, que a autora descreve como intimistas.

“Neste livro pus nos meus poemas algo de intimista. Daí o título “No sítio do coração”. Os meus sentimentos, o amor nas suas mais variadas vertentes, a situação atual em Portugal, com as suas problemáticas. Alguns aspectos do meu carácter e da minha formação clássica também.”
Agora, Maria Morais, veio à terra natal mostrar este “No sítio do coração”. E a sensação é diferente.

Um livro que foi apresentado no Centro Cultural de Macedo de Cavaleiros.

Escrito por Onda Livre

Sem comentários: