sexta-feira, 16 de junho de 2017

Alunos brasileiros do IPB mostram a sua cultura à cidade de Bragança

O Brazilian Day trouxe até Bragança os sabores e ritmos do Brasil. A associação de estudantes brasileiros do Instituto Politécnico de Bragança (IPB), lançou o desafio aos mais de 200 alunos brasileiros do Instituto de organizar uma festa que convidasse a comunidade brigantina a participar e a conhecer melhor a sua cultura e mesmo quebrar alguns preconceitos.
Os estudantes organizaram uma festa esta quarta-feira que encheu de cor a Praça Cavaleiro de Ferreira, onde apresentaram músicas, danças e venderam comidas típicas. Bianca Garcia uma das estudantes refere que esta foi também uma noite em que se sentiram mais próximos de casa.

“A ideia começou com a associação dos brasileiros do IPB que decidiu fazer este evento para trazer um pouco da nossa cultura para o pessoal aqui de Bragança ainda mais porque a cidade recebe muitos alunos de intercâmbio também de toda a Europa”, disse a aluna.

Larissa Silva está em Portugal há cinco meses e confessa que apesar de estar a gostar de viver em Bragança, não estava à espera que o povo português e o povo brasileiro fossem tão diferentes e que por isso é bom organizar iniciativas onde as pessoas se juntem. A estudante explica que Brazilian day é inspirado nos arraiais dos santos populares portugueses.

“Apesar de a festa se chamar Brazilian day, a decoração as comidas e as danças são de uma festa específica do Brasil que veio de Portugal, o São João e que no Brasil ocorre no mês de Junho todo e se chamam festas joaninas e a intenção é mostrar um pouco mais do Brasil”, afirmou.

Para Higor Cerqueira, membro da associação de estudantes Brasileiros do IPB, e o organizador do Brazilian Day estava na altura de a comunidade brasileira se abrir à comunidade Brigantina

“Nós como associação sempre construímos os nossos eventos para os associados brasileiros e chegou a hora de trazermos isso para a cidade. Muitos alunos vêm um ou dois semestres e recebe muito da cidade de Bragança e percebemos que era altura de trazermos um retorno para a sociedade também”, destacou.

Nas apresentações participaram brasileiros, portugueses, franceses, cabo-verdianos e todos os que se quiseram juntar. Professores e direcção do Instituto Politécnico de Bragança também fizeram questão de se juntar aos estudantes para conviver conhecer mais da sua cultura. 

Escrito por Brigantia

Sem comentários: