segunda-feira, 29 de agosto de 2016

XXIV Festival Sete Sóis Sete Luas

O circo aéreo acrobático da companhia francesa Les P’tits Brás e as músicas de Malta irão animar a programação do Festival Sete Sóis Sete Luas em Alfandega da Fé.
Há precisamente 24 anos que a Associação Sete Sóis Sete Luas, guiada pelo sonho imaginário da famosa passarola, elemento presente no aclamado livro “Memorial do Convento” de José Saramago, tem-se empenhado na preservação e promoção da cultura Mediterrânea e do mundo Lusófono.

O Festival guiado pelo diálogo entre culturas, primeiramente feito entre os países de Itália e Portugal, estendeu-se a países como a Grécia, Espanha, Cabo Verde, França, Marrocos, Israel, Croácia, Brasil, Roménia, Eslovénia e Tunísia. Com uma série de atividades, tais como exposições, residências artísticas, laboratórios de criatividade, degustações e concertos, o Festival passa assim por Alfândega da Fé com duas energéticas atuações.

Com o importante apoio do Município de Alfândega da Fé, dia 7 de Setembro, pelas 22h, na Largo São Sebastião, está prometida a entrada em palco da companhia de circo acrobático aéreo Les P’tits Bras de França. Esta companhia de circo tem tido atuações um pouco por todo a Europa e celebrou em 2013, o seu décimo aniversário. Irá apresentar em Alfandega da Fé o espetáculo “L’Odeur de la Sciure”: uma hora repleta de acrobacias aéreas sustentadas por muito humor e escárnio, que irão deixar a plateia sem fôlego.

Dia 9 de Setembro, sexta-feira, pelas 22h o Largo São Sebastião receberá o grupo Tribali de Malta. A banda refere os tradicionais instrumentos, nomeadamente a sitar, didgeridoo, murchunga, violão, gaita e percussão que combinam perfeitamente com guitarras elétricas, linhas de baixo e ritmos energéticos de tambores que se unificam por uma voz hipnotizante.

Com todas estas caraterísticas, a banda desenvolveu uma fusão de géneros musicais, tais como rock, reggae, ska e blues. Tribali Music é assim uma banda versátil, com muita energia para dar, envolvendo o público em toda a intensidade do espetáculo. Não perca a oportunidade de assistir aos espetáculos! A entrada é gratuita.

António Pereira
in:diariodetrasosmontes.com

Sem comentários: