quinta-feira, 31 de maio de 2012

Comunidade cigana em Bragança queixa-se de discriminação

Dificuldades no acesso à habitação e à educação são os principais problemas vividos pela comunidade cigana no distrito de Bragança.As necessidades desta etnia estiveram em debate ontem num fórum promovido pelo Núcleo distrital de Bragança da EAPN. 
Para Ivone Florêncio, técnica do núcleo, a sensibilização da comunidade é o caminho a seguir.“Até existem muitas pessoas da comunidade cigana que estão integradas profissionalmente mas vivem em barracas ou em casas que ocuparam ilegalmente porque quando procuram uma casa para alugar mas ninguém lha arrenda por serem de etnia cigana”, refere a responsável, acrescentado que “é esta mentalidade que precisamos de mudar na sociedade porque desde que se responsabilizem pelo cumprimento do pagamento da renda têm direito a ter uma habitação como qualquer outra pessoa”.
No entanto, Angelina Santos, um elemento de etnia cigana presente neste fórum, diz que o principal problema com que se depara no dia-a-dia é a discriminação.“Nós vamos a qualquer sítio e dizem logo que nós somos ciganos.
Queremos arranjar uma casa e não podemos. Eu já tentei várias vezes e quando viam que eu era cigana diziam que eu não pagava e que levava para lá gente que só faz barulho”, afirma.Até 2014 vai ser aplicado um estudo de caracterização das comunidades ciganas no país que vai permitir saber quantas pessoas de etnia cigana vivem em Portugal.
É uma iniciativa da Estratégia Nacional de Integração das Comunidades Ciganas.


Escrito por Brigantia
in:brigantia.pt

Sem comentários: