quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Seca afecta calibre da maçã mas não diminui produção

A campanha de colheita da maçã de Carrazeda de Ansiães está a começar mas também sente os efeitos negativos da seca.
A falta de água pode prejudicar o calibre da maçã mas o gerente da Organização de Produtores de Maçã, FRUCAR, António Augusto, garante que, apesar disso, a qualidade se mantém.
“Este tem sido um ano bastante difícil, neste momento, está a acabar a água em alguns produtores, as variedades mas precoces não devem sentir efeitos, mas as mais tardias, que começam a ser colhidas em Setembro, se não houver chuva pode pôr em causa os calibres”, explica. 
Em relação ao ano passado, prevê-se no entanto um aumento significativo na produção. O que em certa medida se deve, segundo António Augusto, aos cerca de 150 hectares plantado com a ajuda do quadro comunitário. Um aumento da área de pomares de macieira que fez crescer em pelo menos 25% a produção. 
Actualmente o concelho de Carrazeda de Ansiães conta com cerca 700 hectares de macieiras instaladas. 
O destino comercial da maçã é, essencialmente, o mercado nacional e estará em destaque, no próximo fim-de-semana, na XX Feira da Maça, Vinho e Azeite de Carrazeda de Ansiães. 

Escrito por Brigantia

Sem comentários: